segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Verbos - Iniciação: regulares, irregulares, anômalos e auxiliares


Os verbos regulares são os que se conformam na conjugação com seus modelos ou paradigmas - veja o que isso significa neste post. já os irregulares se afastam de seu paradigma. As irregularidades podem ocorrer no radical como no verbo "subir" (radical "subi"):


Indicativo
PresentePretérito Perfeito
Eu suboEu subi


Ou na desinência como no verbo "ver":


Indicativo
PresentePretérito Perfeito
Eu vejoEu vi


Ou em ambos como no verbo "trazer":


Indicativo
PresentePretérito Perfeito
Eu tragoEu trazia


Os verbos que apresentam grandes irregularidades, principalmente graves alterações no radical, chamamos de anômalos, como por exemplo o verbo "ir":


Presente do Indicativo do verbo "Ir":
Eu vou
Tu vais
Ele vai
Nós vamos
Vós ides
Eles vão


Já os verbos auxiliares são aqueles utilizados para conjugar outros verbos. Eles podem ser auxiliares temporais ou auxiliares modais. Os primeiros - temporais - são os verbos "ter" e "haver" e formam os tempos compostos:
"Que eu tenha chegado" e "Se eu houvesse partido".

Os antigos escritores usavam o verbo "ser" como auxiliar temporal, formando frases como:
"Melhor lhe fora a tal homem nunca ser nascido" - o equivalente hoje a "ter nascido".

Já como auxiliares modais podem ser usados os verbos "ser", "estar, "parecer", "ficar", "começar, "pôr-se", entre outros. Estes verbos formam a voz passiva dos demais verbos, como por exemplo:
"Estávamos estudando" e "Pôs-se a cantar".


Extraído de Otelo Reis em "Breviário da Conjugação de Verbos" - Francisco Alves Editora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário